Seja bem vindo!!!
-Entre,
-Tire os sapatos,
-Sente-se e fique à vontade.
-vou pôr uma música.
-Aceita um café?
- Gosta de livros?
- escolha um e vá folheando,
-volto já, com o café.
Alexandre Pedro
e-mail: alexandre.eells@gmail.com

Pesquisar no Cárcere do Ser

domingo, 21 de novembro de 2010

O bicho - Manuel Bandeira



Vi ontem um bicho

Na imundície do pátio

Catando comida entre os detritos.


Quando achava alguma coisa,

Não examinava nem cheirava:

Engolia com voracidade.


O bicho não era um cão,

Não era um gato,

Não era um rato.


O bicho, meu Deus, era um homem.


No poema o poeta vê um homem revirando o lixo em busca de comida. O poeta compara o homem ao animal, que "devora" o lixo-alimento com voracidade, diferente do modos do homem-humano se alimentar, Degustar. E ao final do poema, ele mostra a degradação do homem, em direção à animização.

Não era um cão - era menos que um cão.
Não era um gato - era menos ainda que um gato.
Não era um rato - era ainda menos, menos ainda que um rato.
E se volta a Deus...desacreditado e inconformado.
"O bicho, meu Deus, era um homem".

PS. Impossível não me sentir na obrigação de pedir-lhes desculpa pelo confronto entre um poema lindo do Bandeira, e esta imagem forte de uma realidade que melhor seria não existir. Mas ela existe e não podemos fingir um mar de rosas, quando ele não existe.

Alexandre Pedro

4 comentários:

  1. oi Bípide, obrigado pela visita. Tô em semana de provas na faculdade, prometo te agradecer com uma visita também, assim que sair do sufoco..rs...bjs.

    ResponderExcluir
  2. Aleeee...
    Manuel Bandeira...e a foto escolhida...combinam perfeitamente...
    A cada novo dia que atravesso...eu vejo que o bicho escroto é o Homem...e por essa frase eu te peço desculpa...
    O Homem escroto é aquele que polui...que devasta...ele não se contenta em devastar as matas...os animas...os rios...os mares...
    Ele devasta principalmente a sua natureza humana...seu respeito com os outros homens...
    Pensando melhor...
    eu não peço desculpa não...
    falo o mesmo que você...
    "...não podemos fingir um mar de rosas, quando ele não existe."

    Beijos
    Leca

    ResponderExcluir
  3. CONVITE: Blogueir@, bem como seguidores e seguidoras. Vcs estão convidados para o lançamento do meu livro: VIOLAÇÃO AOS DIREITOS SOCIAIS DOS SERVIDORES MUNICIPAL. MONOGRAFIA que recebeu nota 10, no meu curso de especialização em Direito Constitucional. Dia 03/12//2010, às 16:00h, na Assembléia Legislativa do Estado do Ceará. Leia matéria completa em meu blog. O exemplar pode ser adquirido através dos correios.

    ResponderExcluir