Seja bem vindo!!!
-Entre,
-Tire os sapatos,
-Sente-se e fique à vontade.
-vou pôr uma música.
-Aceita um café?
- Gosta de livros?
- escolha um e vá folheando,
-volto já, com o café.
Alexandre Pedro
e-mail: alexandre.eells@gmail.com

Pesquisar no Cárcere do Ser

domingo, 1 de abril de 2012


‎É Outono;
A folha, sonhadora, se desprende do topo de seu altar,
lançando um salto pra vida em busca de alcançar o chão,
em sua queda, acena para as outras folhas
que bailam,
e lhe dizem adeus;

O solo aguarda pulsante por acolher seu corpo,
tão leve e sensível.
Com suas cores irá enfeitar a terra umedecida
e sob nossos pés seu corpo se transformará em pó.

E, um sopro de vento dispersará seus fragmentos que se juntarão ao nossos, já dispostos no mesmo solo, aguardando uma nova Estação.

Alexandre Pedro

3 comentários:

  1. Porque há estações onde se floresce, e outras onde se hiberna, não é?

    outono é estação onde me desfolho para dentro...

    beijos, Alexandre

    ResponderExcluir
  2. Primeiro, eu vim ler o seu blogue.
    Agora, estou lhe convidando a visitar o meu, e se possivel seguirmos juntos por eles. O meu blogue, é muito simples. Mas, é leve, dinamico e sobretudo Independente. Palpitamos sobre quase tudo. Diversificamos as idéias. Mas, o que vale mesmo, é a Amizade que fizermos.
    Estarei grato, esperando VOCÊ, lá.
    Abraços do
    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Paixão des-medida
    In-determinada
    Água minada do veio da terra
    Folhas desclorofiladas
    No chão de outono
    Raios de sol minguando
    Rastro de lua
    No céu da tarde...

    ResponderExcluir